Após ser retirado das salas de cinema da China ‘Django Livre’ estreia nas salas de cinema

O filme “Django livre”, do diretor Quentin Tarantino, que foi retirado dos cinemas no dia da estreia na China, no mês passado, enfim começaram a ser exibidos no país asiático neste domingo (12).

O site “mtime.com”, dedicado ao cinema e ao entretenimento popular, calcula que o filme arrecadará em torno de US$ 10 milhões em sua passagem pelo território chinês.

Estão em cartaz no país, neste fim de semana, filmes ocidentais como “Oblivion”, de Tom Cruise, “Homem de Ferro 3”, do diretor americano Shane Black, e a animação “Os Croods”. Também estreiam produções locais, como “American Dreams in China”, de Hong Kong.

As autoridades chinesas apontaram como motivo para a proibição da exibição de “Django Livre” o excesso de cenas de violência. No entanto, usuários da rede social Weibo denunciaram que a razão real seria um nu frontal presente na produção. Todos os filmes exibidos na China são submetidos antes à avaliação do regime, que decide se eles podem ser exibidos completamente, se partes devem ser cortadas ou se devem ser proibidos, normalmente devido a cenas de sexo ou violência.

O último caso foi o de “007: Operação Skyfall”, que teve grande sucesso entre o público chinês. Na versão para o país, foi retirada uma cena em que James Bond mata um segurança em Xangai.

O filme de Tarantino já vem sendo vendido em DVD – sem censuras – na maioria das lojas do país, como garantem os usuários das redes sociais.

 Leonardo DiCaprio, como o fazendeiro Calvin Candie: elenco tem atuação irrepreensível no longa, que estreia no próximo dia 18 (Foto: Divulgação)

Fonte: G1

Add Comment