Carol Porcelli, ex-dançarina do grupo Trio Los Angeles, mostra corpão ao plantar bananeira

A modelo fitness Carol Porcelli, ex-dançarina do grupo Trio Los Angeles, tirou fotos mostrando sua silhueta escultural ao plantar bananeira.

“Planto bananeira desde criança, estudei numa escola que era perto do circo e sempre queria fazer coisas imitando o pessoal de lá. Fazia ponte e plantava bananeira. Não é necessário um treino de braço específico para fazer isto, porém tem que ter força com técnica pois é preciso sustentar o peso do corpo nos braços. Mas fica bem distribuído o peso e não é difícil. Para quem está começando vai exigir força”, afirma a morena que é mãe de três filhos.

“Quando tinha uns 11 anos fui plantar bananeira no ar, sem apoio de uma parede pois a intenção era ficar reta no ar sem apoio de nada e depois cair com as pernas formando uma ponte. Resumindo, virei o braço e trinquei o osso do cotovelo. Foi traumático na época, mas criança logo esquece e volta a fazer de novo sem medo.
Não pratico ioga, mas estou cogitando começar a fazer pois além de trazer equilíbrio, alonga muito a musculatura do corpo e melhora a postura”, completa a modelo fitness que possui mais de 510 mil seguidores no Instagram.

Carol Porcelli foi uma das personalidades mais faladas da mídia nos últimos dias por revelar que já teve depressão por não gostar do seu corpo. Isto aconteceu há apenas quatro anos quando, após tomar anticoncepcionais, a morena engordou 10kg em apenas três meses.

“A vida toda trabalhei com minha imagem, ensaios fotográficos, catálogos, revistas, como dançarina, sempre dependi do meu corpo para sobreviver no mundo artístico. Me dediquei muito com treinos, dieta, muito sacrifício para sempre estar em forma. Em 2013, depois de três filhos e não querendo arriscar, resolvi tomar anticoncepcionais e mal sabia que para mim esta decisão mudaria a minha vida duas vezes. A primeira foi a pior mudança pois o anticoncepcional acabou com meu corpo. Não faço campanha contra o uso, mas no meu caso foi trágico. Ganhei 10kg em apenas três meses e meu corpo simplesmente lotou de celulite. Imaginem uma pessoa que depende do corpo se olhar no espelho e mal se reconhecer. Muitos dizem que isso é exagero, mas quando veem a foto do estado que estava se assustam assim como eu. A disfunção hormonal que acabou com o corpo levou embora também minha autoestima, meus trabalhos e com tudo isso veio a depressão. Eram horas na frente do espelho, chorando, vendo onde eu tinha parado. Não conseguia sair de casa, me sentia péssima. Isto durou quase um ano poucas pessoas souberam de tudo que ocorria. Me fazia de forte para o mundo, mas sabia onde eu estava”, revela Carol Porcelli.

“Até que um dia resolvi dar um basta em tudo aquilo e retomar as rédeas da minha vida. Tinha chego no fundo do poço e agora estava decidida a ir no ponto mais alto que se pode chegar. Decidi virar atleta e participar de competições de fitness em uma categoria onde se valorizava antes de tudo a feminilidade da mulher, ou seja, eu manteria meu jeito feminino e minhas curvas. Conversei com meu coach e graças ao trabalho dele e a minha total e inteira dedicação em nove meses estava pronta para subir em um palco. E esta foi a segunda mudança na minha vida que o anticoncepcional causou. Suei demais e a cada gota derramada uma conquista. Posso dizer que fui muito bem sucedida nos meus campeonatos. Na estreia fiquei em terceiro lugar, fui vice, fui campeã e digo que a grande consagração foi ter me tornado uma atleta americana em 2015 quando em Miami ganhei o ‘pro card’ no campeonato divas fitness da WBFF (World Beauty Fitness & Fashion Inc.). Um filme passou na minha cabeça. Do choro de tristeza na frente do espelho com um corpo que me deprimiu até a glória dos títulos e do tão sonhado ‘pro card’ que aquele mesmo corpo que me derrubou, agora me dava de presente tudo isto”, exalta ela.

Foto: Divulgação / MF Press Global
Foto: Divulgação / MF Press Global
Foto: Divulgação / MF Press Global
Foto: Divulgação / MF Press Global
Foto: Divulgação / MF Press Global
Foto: Divulgação / MF Press Global

Add Comment