Cheques sem fundos têm maior percentual desde maio de 2009

Em março, 2,36% dos cheques emitidos no Brasil foram devolvidos, segundo o IndicadorSerasa Experian de Cheques sem Fundos, divulgado nesta segunda-feira (22). Foi o maior percentual verificado desde maio de 2009, quando o índice de devoluções fora de 2,52%.

Em fevereiro, o percentual de cheques devolvidos foi de 1,90%. Nos três primeiros meses do ano, do total de cheques, 2,09% não tinham fundos. O índice ficou acima dos 2,04% registrados no mesmo período de 2012.

Para os economistas da Serasa Experian, “março carrega sazonalidade no aumento dos cheques sem fundos, em decorrência da última parcela do IPVA e do parcelamento das despesas escolares”. De acordo com a Serasa, neste ano, o indicador também foi impactado pela maior inflação nos alimentos, que reduz o poder aquisitivo dos salários.

Nos três primeiros meses de 2013, Roraima foi o Estado que apresentou o maior percentual de cheques sem fundos (13%). Na outra ponta do ranking está São Paulo, com 1,50%. Entre as regiões, a Norte foi a que apresentou o maior percentual de devolução de cheques (4,42%), enquanto a região Sudeste foi a que teve o menor índice, com 1,64%.

Add Comment