Dilma Rousseff oferece ajuda ao Rio de Janeiro para enfrentar desastres provocados pela chuva

A forte chuva que atinge todo o Estado do Rio de Janeiro desde a madrugada desta quarta-feira, 11, tem chamado a atenção de várias autoridades, inclusive da presidente Dilma Rousseff. O blog do Planalto informou que Dilma ligou para o governador e prefeito do Rio, Sérgio Cabral e Eduardo Paes, respectivamente, para oferecer ajuda para enfrentar o desastre provocado pela chuva.

A região mais prejudicada e submersa pela água é a Zona Norte e Oeste do Rio. No entanto, na Baixada Fluminense, em Nova Iguaçu, são registrados 2 mil desabrigados. As escolas e igrejas recebem os desabrigados. O prefeito da cidade já decretou estado de calamidade pública. Em Queimados, também na Baixada Fluminense, 82 pessoas estão desalojadas, de acordo com a prefeitura.

A Secretaria de Imprensa da Presidência informou que vai depender das necessidades que a Prefeitura e o Estado identificarem para enviar ajuda. A conversa com Sérgio Cabral, conforme a secretaria, durou 15 minutos.

TRANSPORTE

O Centro de Operações do Rio informa que a Linha Vermelha apresenta boas condições nos dois sentidos, assim como na Avenida Brasil. O Metrô Rio disse através da sua assessoria de imprensa, que todas as linhas estão funcionando normalmente, inclusive a Linha 1, que liga Botafogo e Pavuna, que mais cedo estava com seus trilhos debaixo d’água. Por outro lado, na Via Dutra, os dois sentidos estão interditados. Manifestantes ocupam os dois sentidos. O motivo do protesto ainda não foi revelado. A Linha 2, do Metrô, que liga Pavuna e Colégio não está operando, informa o Metrô Rio.

SEM AULAS

A Secretaria de Estado de Educação informa que 56 escolas não funcionaram até às 14h45 desta quarta-feira. O município de Nova Iguaçu foi o mais atingido com 16 escolas, seguido pela Zona Oeste com 12 escolas. A informação é de que em São João de Meriti, 9 escolas não funcionaram e em Queimados, 6 escolas. Em São Gonçalo, duas escolas não abriram.

RECOMENDAÇÃO

Os meteorologistas alertam que o Rio de Janeiro deve sofrer com mais pancadas de chuvas pelo resto do dia. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse em entrevista para os cariocas não saírem de casa para evitar acidentes. A chuva em todo Estado ainda é constante, mas com menos intensidade.

FALTA DE LUZ

A Ligth diz que não há ocorrências graves com a falta de fornecimento de energia. No entanto, os casos mais expressivos são em Jacarepaguá, Zona Oeste, e na Ilha do Governador. A empresa ainda informa que as equipes encontram dificuldades de locomoção devido ao alagamento de ruas.

Add Comment