Filho de Leonardo estrela ‘Meu pé de laranja lima’: ‘É difícil chorar de raiva’

“Meu pé de laranja lima”, livro de José Mauro de Vasconcelos publicado há 45 anos, ganha nova adaptação para o cinema – a primeira é de 1970, por Aurélio Teixeira, além de três novelas. O longa estreia nesta sexta-feira (Assista ao trailer ao lado).

Com José de Abreu e Caco Ciocler no elenco e dirigido por Marcos Bernstein (roteirista de “Central do Brasil”), o filme revela João Guilherme Ávila. Ele interpreta o garoto Zezé, que sonha em ser escritor, mas encara uma infância pobre e sofrida no interior de Minas Gerais. Para lidar com seus problemas, ele vê no pé de laranja plantado no quintal de sua casa seu melhor amigo.

Aos 11 anos, João, filho do cantor sertanejo Leonardo com a dançarina Naira Ávila, diz que fez o teste para “Meu pé de laranja lima” dois anos atrás e que não conhecia a história do livro. Em entrevista ao G1, ele conta como foi chamado para dar vida ao personagem da literatura infanto-juvenil brasileira. “Eu nunca tive a ideia de ser ator, mas, aos sete anos, um amigo da minha mãe me chamou para fazer um curta, que se chama ‘Vento’. Por sorte, o mesmo preparador de elenco do curta, que é o Bruno Costa, me indicou para fazer este filme”, afirma.

Como protagonista do longa, João teve que enfrentar sequências complicadas para uma criança, de violência física e psicológica. Seu personagem é sensível, passa por momentos de solidão e inventa suas próprias histórias.

“As partes mais difíceis do filme foram as que eu tive que chorar de raiva por estar muito triste. Mas também tinha as partes boas, como a cena em que eu tenho que pisar nos cacos do vaso de porcelana. Adorei fazer essa”, diz o ator. Outra experiência para o garoto foi contracenar com o veterano José de Abreu, que vive o personagem Manuel Valadares, o Portuga, com quem Zezé cria um forte laço de amizade. “Foi muito legal trabalhar com ele. Ele é muito gente boa e foi um parceiro, sempre brincava comigo.”

Para a pré-estreia do filme em São Paulo, João conta que convidou todos os amigos da escola, que acham divertido ter um colega artista. “Muitas pessoas devem achar que é fácil ser ator, que é vida boa, que pode faltar na aula, mas não é tão bom assim. Tem uma grande parte que eu acho ruim que é ter que acordar cedo, trabalhar nas cenas. É bem trabalhoso, mas depois, quando você vê o resultado, vale a pena”, afirma com maturidade.

João mostra-se certo de que nunca pensou em ser músico, como Leonardo, e que, agora, está se “concentrando no cinema”. Mas diz também que gostaria muito de interpretar seu pai em um filme sobre sua vida. “Tinha que ver, mas acho que vai ser bem difícil”. Fã de astros como Johnny Depp e “a Bella do Crepúsculo”, Kristen Stewart, o ator prodígio, que estuda inglês desde os três anos, promete se revelar um grande nome do cinema brasileiro. “Quando o Oscar vier, será ótimo.”

João Guilherme Ávila vive Zezé em nova versão de 'Meu pé de laranja lima' (Foto: Divulgação)

Add Comment