Justiça condena cúmplice de Mizael a 18 anos de prisão

Philippe Azevedo

O vigia Evandro Bezerra foi condenado a 18 anos e oito meses de prisão, pela morte da advogada Mércia Nakashima, em 2010. A sentença foi lida por volta das 19h30 desta quarta-feira (41), pela juíza Maria Gabriela Toneira, no Fórum Criminal de Guarulhos. Ele era acusado de ser o comparsa de Mizael Bispo, ex-namorado da vítima. 

O júri começou na segunda-feira (29). Nesta quarta-feira, também ocorreram os debates entre acusação e defesa. Após isso, os sete jurados se reuniram e decidiram pela condenação do vigia, que está preso desde junho de 2012.

Bezerra foi condenado por homicídio duplamente qualificado — meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. A juíza também determinou que Evandro permaneça na cadeia. Ela ainda acrescentou um pedido de análise do perfil do vigia quando houver a progressão da pena dele.

A sessão começou por volta das 10h no Fórum Criminal de Guarulhos, na Grande São Paulo e, segundo a assessoria de imprensa do TJ-SP, os trabalhos serão retomados com os debates entre acusação e defesa.

Add Comment