Musa fitness que era “patinho feio”

z

A musa fitness Fran Petersen, que sofria bullying e era chamada de “zumbi” na infância, revela como é sua alimentação para arrasar no Carnaval do Rio de Janeiro como musa da Acadêmicos da Rocinha.

“Nesta fase de preparação para o Carnaval a minha dieta está cada dia mais restrita principalmente quando se trata de carboidratos. Me alimento a cada três horas basicamente com as mesmas coisas: clara de ovo, frango e batata doce. A única coisa que como à vontade é salada e bebo muita água para hidratação do corpo. Tomo seis litros de água por dia. Ando sempre com minha garrafinha e minha bolsa com todas as refeições do dia para não ter erro na dieta”, detalha a modelo gaúcha.

“Tenho um metabolismo mais lento, então se sair da dieta provavelmente vou perder minha qualidade e meu tônus muscular muito mais rápido do que uma pessoa que tenha o metabolismo acelerado. Quem tem o metabolismo acelerado faz uma dieta de dois, três dias, e seca rapidinho. O meu caso é diferente”, completa Fran Petersen.

A morena também explica como fica a malhação nesta reta final: ”
Meus treinos nesta fase estão sendo de segunda a sábado sendo membros inferiores em um dia e membros superiores no outro. E claro com treinamento aeróbico todos os dias após a malhação. Comecei a fazer hit em dias alternados para dar uma intensificada nesta fase”.

Apesar do sucesso como musa fitness e musa da Acadêmicos da Rocinha, Fran Petersen lembra com tristeza do bullying que sofreu na infância e adolescência: “Me chamavam de homenzinho, zumbi e outras coisas mais. Ter sido convidada pela escola que representa a maior comunidade da América Latina é um sonho. Tenho que agradecer ao presidente Ronaldo Oliveira e à MF Assessoria por realizar este grande sonho. Sofri muito na infância, fui chamada de feia, excluída, me sentia a criança mais feia do mundo. Aos 15 anos de idade, minha mãe mudou minha vida, me passou uma dieta e segui à risca. Nunca mais parei essa dieta, me tornei uma musa fitness há muitos anos quando nem se falava nisso. Tudo porque eu queria ser qualquer coisa diferente do que eu era”.

Foto: Davi Borges/ MF Assessoria
Foto: Davi Borges/ MF Assessoria
Foto: Davi Borges/ MF Assessoria
Foto: Davi Borges/ MF Assessoria

Add Comment