No Rio de Janeiro, manifestantes caminham em direção ao Ministério Público

Protesto contra Sérgio Cabral no Rio de Janeiro

Philippe Azevedo

Assim como já informamos, por volta das 17h30, um grupo de “Black bloc” estava em frente a Cinelândia, no Rio de Janeiro, para mais um dia de protesto na cidade.

Agora, de acordo com o jornal Folha de São Paulo, os manifestantes caminham em direção do Ministério Público do Rio. Eles protestam contra a Comissão Especial de Investigação de Atos de Vandalismo, criada pelo governador do Estado, Sérgio Cabral, e que tem participação do MP estadual. Os manifestantes querem que ela seja extinta.

O grupo grita e canta várias palavras de ordem como “foram Cabral” e “não tenha medo, o Black block é nosso amigo”. A maior parte do grupo está com os rostos cobertos por máscaras, lenços ou gorros.

Há cartazes também contra o governador Sérgio Cabral e outros questionando o desaparecimento do ajudante de pedreiro Amarildo, visto pela última vez quando deixa a UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Rocinha, no último dia 14 de julho.

Policiais do batalhão do centro acompanham a passeata. Quando o grupo se preparava para deixar a Cinelândia, policiais revistaram alguns manifestantes.
Enquanto era feita a revista, o grupo gritava “revista o P2”, uma referência a supostos agentes policiais infiltrados entre os manifestantes.

Add Comment