Papa Francisco se diz preocupado com jovens sem trabalho

O Papa Francisco leva sua própria bagagem de mão ao embarcar para o Brasil, nesta segunda-feira (22), no aeroporto de Roma (Foto: Alberto Pizzoni/AFP)


(Foto: Alberto Pizzoni/AFP)

Philippe Azevedo

O papa Francisco está à caminho do Brasil e durante o voo entre Itália e o nosso País, o pontifique se mostrou preocupado com a “geração de jovens sem trabalho”.

A crise mundial, segundo o Papa, está causando muitos danos aos jovens, e corre-se o risco de haver uma geração que nunca teve trabalho.

“A crise mundial não gerou boas coisas para os jovens. Na semana passada, examinei a porcentagem de jovens sem trabalho. Corremos o risco de ter uma geração que jamais teve um trabalho”, disse o pontífice, que vem ao Rio, na sua primeira viagem internacional no cargo, para participar da Jornada Mundial da Juventude.

“Essa primeira viagem é para encontrar os jovens, a quem quero encontrar não isolados, mas em meio ao tecido social. Em sociedade, pois quando isolamos os jovens, fazemos uma injustiça, pois lhe retiramos o sentido de pertencimento”, disse o Papa aos jornalistas que o acompanham no voo.

O pontifique também condenou a “cultura de rejeição aos idosos” que geralmente impera no mundo contemporâneo e disse que a sociedade precisa de “sabedoria” dos mais velhos.

“Um povo avança com os dois (jovens e velhos)”, disse. “As pessoas anciãs têm a sabedoria, a história, a pátria, a família. Todos precisamos deles.”

O Papa, com seu estilo simples e franco, cumprimentou os 70 jornalistas a bordo. Ele confessou que evitar dar entrevistas porque se considera “esgotador”.

Às 9 horas (4h de Brasília) o Papa Francisco embarcou de Roma com destino ao Brasil. Ele chegou ao avião segurança sua própria bagagem de mão, uma maleta preta.

O escritório de imprensa de Santa Sé, antes do embarque, havia dito que o pontifique não daria entrevista no avião, como costumavam fazer seu antecessores João Paulo II e Bento XVI.

Mas, ao se comparar com o profeta Daniel quando foi lançado ao poço dos leões, o pontífice brincou dizendo que os jornalistas não pareciam tão “ferozes”.

Ao fim da entrevista, o Papa agradeceu aos jornalistas pela “companhia” e os convidou a “colaborar” com ele “pelo bem da sociedade”.

O voo de Francisco deve chegar ao Rio de Janeiro às 16h.

Add Comment