Prestes a defender cinturão interino, Barão afirma: “Já me considero campeão”

O campeão efetivo, Dominick Cruz, segue com lesão no joelho, sem previsão de volta, e não luta desde outubro de 2011. A indefinição quanto à situação do americano faz Barão já se sentir campeão, conforme revelou em entrevista ao PVT.

 

“Já me considero campeão, estou tranquilo quanto a isso. O Cruz está há muito tempo parado. Se fosse o contrário, acho que já teriam tomado meu cinturão”, cravou o lutador da Kimura / Nova União.

 

Confira abaixo a entrevista completa com o campeão.

 

 

Já analisou Wineland? Quais pontos fortes e fracos viu nele?

 

É difícil falar sobre um ponto fraco ou forte dele, porque ele pode mudar toda a estratégia. Mas os treinos estão ótimos, vamos montar a nossa estratégia, e estou treinando de tudo para estar pronto.

 

Onde serão os treinos? Quanto tempo ficará com Jair Lourenço, e quanto tempo com Dedé Pederneiras? 

 

Fico lá em Natal na Kimura, e faltando dois meses termino a preparação no Rio, na Nova União.

 

Como se sente tendo que defender pela segunda vez um cinturão interino?

 

Já me considero campeão, estou tranquilo quanto a isso. O Cruz está há muito tempo parado. Se fosse o contrário, acho que já teriam tomado meu cinturão.

 

Você é o 8º lutador “pound-for-pound” do UFC, à frente do próprio campeão Dominick Cruz, por exemplo. Como vê essa situação?

 

 

É uma conquista, ficar entre os melhores, na frente de muitos lutadores que são meus ídolos. É algo que pensava quando criança, mas não tinha ideia que iria conquistar tão rápido. Na realidade, fiquei à frente do Dominick na penúltima atualização, e isso também me motivou muito para continuar trabalhando. Tenho uma carreira pela frente e tenho muito o que evoluir. Espaço a conquistar.

Dominick Cruz disse que anularia seu jogo, usando o wrestling e movimentação. O que tem a dizer? Você acha que os adversários podem tentar anular seu jogo com o wrestling?

 

Já estou acostumado a ouvir esse tipo de coisa antes das lutas. Quem tem boca, fala o que quer. A gente prefere só trabalhar mesmo, fazer a nossa parte. O que posso dizer é que para a luta contra Wineland vou estar ainda melhor. Evoluir sempre é o objetivo.

 

O que foram aqueles “dentes luminosos” (risos)? De onde surgiu a ideia, onde comprou? Dedé e Jair aceitaram a colocar na hora, ou ficaram na dúvida?

 

 

Foi uma parceira, a Oral-B, que disponibilizou aqueles protetores bucais para a gente. O povo sempre disse que tenho o riso solto, então combinou certinho. Jair e Dedé ficaram um pouco tímidos na hora, mas acharam massa! Foi algo bem diferente!

 

Add Comment