Querendo ‘um fato novo’, diretoria do Grêmio demite técnico Vanderlei Luxemburgo e agora quer treinador com o perfil do clube

Demitido

Por Yan Pedro

A diretoria do Grêmio demitiu o técnico Vanderlei Luxemburgo na manhã deste sábado (29), no estádio Olímpico, mesmo o presidente Fabio Koff ter garantido a sua permanência após a eliminação na Libertadores. Segundo o diretor executivo Rui Costa, o Tricolor Gaúcho precisa de ‘um fato novo’ para a sequência da temporada.

– É exatamente isso. Tivemos uma reunião pela manhã. Decisão que é unânime, do presidente e do departamento de futebol. Ele (Luxa) sai do Grêmio pela porta da frente. Avaliamos e precisávamos de um fato novo para a retomada do campeonato – disse Rui Costa.

Fábio Koff

Luxa sai do clube com bons números: 54,4% de apróveitamento (52 vitórias, 21 empates e 18 derrotas em 91 jogos). O que, de fato, levou à saída do técnico, segundo Fábio Koff, foi o desgaste com a diretoria e contenção de gastos.

– Alguns motivos não vou mencionar. Eu só posso reafirmar que a decisão foi tomada na hora certa, no momento adequado. E ela não resulta em nenhum desrespeito à figura do profissional. São fatos que ocorrem no futebol. O relacionamento ou se desgasta ou se fortalece. E o nosso se desgastou. Tomamos a atitude correta.

De acordo com discurso da diretoria, que almeja um treinador com a ‘cara do Grêmio’, o primeiro candidato, naturalmente, já surge. O ex-jogador e ídolo do clube, Renato Gaúcho. Mas o seu empresário afirmou que não houve qualquer contato até o momento. O auxiliar técnico, o ex-jogador Roger, vai assumir inteniramente o comando do time.

Add Comment