Walcyr Carrasco vai colocar novela das 21h na briga da “Cura Gay”

Além de querer inserir cenas das manifestações que acontecem por todo o país, Walcyr Carrasco, autor de “Amor à Vida”, vai ironizar o projeto de lei que permite um tratamento psicológico para a homossexualidade.

A proposta foi aprovada pela Comissão de Direitos da Câmara, presidida pelo pastor Marco Feliciano (PSC-SP) e vem sendo alvo de manifestações, que o acusam de racismo e homofobia.

Walcyr, que já se declarou bissexual e já comprou briga com o pastor, pretende inserir diálogos irônicos entre médicos e enfermeiros no Hospital San Magno de “Amor à Vida” sobre a ‘cura gay’. A ideia é que o projeto de lei seja visto de forma preconceituosa e se trata de um retrocesso.

O autor já se envolveu em outras polêmicas. Em 2011, quando Myriam Rios após atriz e deputada do PDT relacionando homossexualidade como pedofilia, durante um discurso na reunião plenária na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). O autor, no entanto, não gostou da declaração e a chamou de “burra” e “medíocre” em seu blog pessoal.

Na novela “Amor à Vida” é abordada várias polêmicas, como a adoção de um casal gay, um vilão homossexual, entre outros.

Add Comment